sexta-feira, 20 de março de 2009

Estou mentindo?

Estava lendo o que escrevem a meu respeito por aí e notei que criticaram a minha postura em relação ao MST. Pediram provas quando afirmei que o movimento usa técnicas de guerrilha. Não me façam rir. Peguem a cabeça e escondam entre as pernas por terem a coragem de pedir provas contra o MST. Vamos assistir, ouvir, ler os jornais. Não concordo e nunca vou concordar com a anarquia que estão promovendo em nome da reforma agrária, quebrando, roubando e matando. Antes de apresentar um jornal eu trabalhei por quase dez anos nas ruas, fazendo reportagens e visitei inúmeros acampamentos de sem terra. Em alguns, poucos, fui bem recebido, mas em muitos, maioria, nos recebiam com armas nas mãos. MST é guerrilha e tem que ser monitorado pelo exército.

4 comentários:

Roberstones disse...

Gosto de seu Trabalho, quem puderá se nossa TVs tivessem mais e mais DIOGO HUTT , para levar A VERDADE NOS OUVIDOS DOS TELESPECTADORES, acredito eu ALGUMA COISA IA MELHORAR, ha com certeza.
PARABÉNS

josiani disse...

Noto em suas palavras que vc é bastante franco, ou talvez polêmico, concordo que MST possui "certos financiamentos" que permitem se armarem, assim como muitos pequenos agricultores, possuem uma espingarda, ou como diziam antigamente uma "garrucha", em minha opinião no campo isto é comum, mas afirmar que são uma guerrilha é criar espinhos. O melhor seria investigar de onde vem o dinheiro para o movimento, sim porque caminhadas, invasões, armas, custam dinheiro.

Josiani S.S.Nogueira
Assistente Social

Eddie disse...

Ja fiz um comentario dia desses, nao sei se por e-mail ou no seu blog Diogao, mas, por ter morado no centro-sul do Parana por 3 anos (Regiao de Laranjeiras do Sul), trabalhando para uma instituicao financeira, convivi com pessoas ligadas aos assentamentos da regiao, tive oportunidade de conhecer ao menos 2 areas de assentados, e, por conhecimento de causa, endosso cada palavra sua. Sao guerrilheiros, desordeiros, anarquistas, que escondem sua bandidagem atras de um suposto movimento pela reforma agraria. E uma especie de mafia onde meia duzia de espertoes manipulam uma massa de alienados. Voce sabia, Diogo, que tem lideres de assentamento que plantam 200 300 alqueires de soja dentro do assentamento? Isso mesmo. Exploram o pobre alienado que fica na beira da estrada por anos ate conseguir uma terrinha, sendo muitas vezes coagido a ceder seu espaco conquistado. E guerrilha sim, e Brasilia deveria olhar com cautela esse movimento baderneiro.
Eddie.

!! MeNiNa dE aMaRaLiNa !! disse...

Olá Diogo, desculpe usar esse espaço para fazer contato contigo, mas não consigo por outros meios. Já tentei falar contigo por telefone lá na TV mas você está sempre ocupado ou não está. Você pode me passar seu email, preciso verificar com você algumas informações. Obrigada
Fernanda Bores