terça-feira, 8 de setembro de 2009

Ambulantes no terminal

A retirada dos ambulantes das proximidades do terminal urbano central é uma medida correta, apesar de impopular. Barbosa Neto já deve ter se perguntado se não seria melhor ter deixado tudo como estava, principalmente depois das manifestações no desfile de sete de setembro. Mais cedo ou mais tarde alguém teria que enfrentar o problema. Permitir o comércio de alimentos naquele local é um crime, assim como vende-los. É preciso fazer valer a lei, lei que proíbe a utilização de calçadas para fins comerciais por exemplo.
Ninguém vai morrer de fome. Existem muitas oportunidades de trabalho em nossa cidade. Mas talvez o medo não seja passar fome e sim não encontrar outra fonte tão boa quanto aquela. Não se iludam com a precariedade dos serviços prestados, aquilo é uma mina de ouro e detalhe, sem impostos.

9 comentários:

d disse...

Diogo, bom dia!!!

O Que voce acha de fazer um praca de alimentacao dentro do terminal, claro somente com os ambulantes que forem retirados da calcada.

Abracos

Diego - Quase xara

Diogo Hutt disse...

boa idéia Deigo, se manter os padrões de higiene.

FERNANDO LOPES disse...

nao consigo entender

eduardo disse...

Sem ordem não existe progresso...Se eles querem trabalhar precisam se organizar e respeitar o direito de ir e vir de todos...Se existir a mesma bagunça no terminal, sou contra...Se tiver ordem, sou a favor...
Abraço

cleber disse...

ola diogo assisto seu progama todos os dias voces estão de parabens. diogo eu não vi ninguem da imprensa comentar que na época da eleição o prefeito assinou um documento se comprometendo que os ambulantes irão ficar ali por que ninguem comenta isso qual é o motivo

Diogo Hutt disse...

Olá Cleber. Na Tarobá nós mostramos um documento apresentado pelos ambulantes, inclusive registrado em cartório.
Um abraço a todos.
Diogo Hutt

***************** disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
***************** disse...

Diogo o problema não é saida dos ambulantes do entorno do terminal, que eu acredito que ali não devem ficar até mesmo por uma questão de higiene e saúde publica.
O problema é o compromisso assinado pelo então candidato e agora prefeito Barbosa Neto, em não retirá-los do local firmado em cartório afinal para um bom marqueteiro isso ja é munição mais que suficiente para que Barbosa nunca mais vença nehuma eleição em Londrina, eagrega descretito auma administração que mal começo, eu mesmo não voto no BN (Barbosa Neto) nem pra Sindico de Prédio nunca mais.
Insistir no erro é BURRICE.

Rogemar Monteiro disse...

Infelizamente Diogo, esses ambulantes esam sendo acessorados por grupos politicos, não acatam as desições judiciais e nãm estam ne aí p/ a população.
Lei é para ser cumprida, não existe excessões, só no nosso BRASIL, o povo pensa assim: LEI É P/ SER QUEBRADA!!! Qdo. será que essas pessoas vão perceber que estam sendo manipuladas por grupos politicos, acorda LONDRINA!!!