quarta-feira, 13 de agosto de 2014

O barato que custou caro no Lago Igapó

Sabe quando o barato custa caro... pois bem, a prefeitura trocou as lâmpadas do lago Igapó, colocou modelos mais baratos, de origem chinesa e coreana. Trocaram lâmpadas com vida útil de 15 mil horas por de 2 mil horas. O lado bom é que elas seriam mais resistentes ao vandalismo, no entanto estão sem manutenção e cheias de água. A denúncia é do diretor de negócio Antônio João de Freitas e está publicada na opinião do leitor da Folha de Londrina de hoje.

Um comentário:

Edvaldo Franca disse...

Poxa vida hein, parece que nada que é feito em Londrina funciona por um tempo mínimo necessário. Tudo feito nas coxas sem estudo de viabilidade de manutenção futura, será que não existe gente qualificada para analisar esse pontos? Ou simplesmente não querem fazer isso? É triste ver o dinheiro do contribuinte indo pelo ralo constantemente por incompetência.